Hidrotubação. torne seu sonho de ser mãe em realidade

Pouca gente ouviu falar ou sabe o que é a hidrotubação.

A hidrotubação é o processo de desobstrução das trompas. actualmente é um metodo pouco usado, porque muitas vezes as mulheres preferem a cirurgia, no meu ponto de vista quando a trompa está obstruida não devemos pensar logo na cirurgia porque não é somente a cirurgia que resolve esse problema e geralmente a cirurgia seria para os casos da reversão da laqueação das trompas.

Como saber que as trompas estão obstruidas? saberas se tens as trompas obstruidas ou não, fazendo uma histerossalpingografia, esse é o exame que diz se as trompas estão obstruidas ou não e ela so é marcada com receita medica. 
As causas de obstrução das trompas podem ser diversas tais como: aborto quer seja ele espontâneo ou provocado, Curetagem, infecções mal tratadas etc. 

A hidrotubação é um processo pouco doloroso e que pode ser feito no consultório pelo seu genecologista, ele pode ser feito no mesmo dia ou pode ser feito em 3 dias consecutivos é rapido e as vezes milagroso para algumas mulheres. Há muitas mulheres que conseguiram engravidar depois da hidrotubação ex: minha amiga, ela engravidou no mesmo mês que fez a hidrotubação e hoje ela está com 8 meses de
gestação a espera de um menino.

Caso queiras saber mais converse com seu GO sobre esse processo pode ser que essa seja a razão de ainda não teres engravidado.

 

Entenda bem não estou dizendo que o mesmo possa acontecer contigo. Cada organismo reage de forma diferente ao tratamento, por isso não perca as esperanças, vá em frente e não desanime pode ser que essa seja sua change, pode ser por isso desejo-te sorte.

E se estás a tentar engravidar lembre-se de tomar sempre o acido folico ele não ajuda a engravidar, mas previne mal formação no bebé, vai que estejas gravidas e não sabes. muita mulher toma o acido folico só depois de descobrir que está gravida, segundo alguns especialistas, quando a mulher descobre que está gravida ai a formação do tubo neural já fechou então aconselha-te a toda mulher em idade
fertil tomar acido folico ele pode ser comprado em farmacias e sem receita médica.


Relato do medico Dr. André Vaz 
Sou médico e tenho boa resposta com o uso da hidrotubação. O método é realizado uma vez na semana, são três aplicações, de preferência entre as menstruações. As medicações que são descritas neste fórum estão corretas com exceção da HIALOZIMA, nome correto. É importante ressaltar que existem MUITOS casos de pacientes com obstrução de uma única trompa, estando a outra “sadia”, e essas pacientes não conseguem engravidar. Passei á considerar essas´pacientes como tendo as trompas doentes, e iniciei o tratamento com HIDROTUBAÇÃO. Para nossa surpresa passamos a ter vários casos de gravidez após o tratamento!!! Minha explicação é a seguinte: a histerossalpingografia faz o diagnóstico da desobstrução, mas não diz como está o epitélio que reveste o interior da trompa. Será que a doença que “entupiu” uma trompa não vai ter potência para destruir o epitélio da outra trompa dita “sadia”??? Para mim aqui esta o segredo. A hidrotubação pode desobstruir e ao mesmo tempo regenerar o interior da trompa doente. Dr. André Vaz 

Anúncios

Uma opinião sobre “Hidrotubação. torne seu sonho de ser mãe em realidade

  1. INFERTILIDADE POR TROMPAS OBSTRUÍDAS: COMO TRATAR???INFORMAÇÕES SOBRE A HIDROTUBAÇÃO:A Hidrotubação é um método de tratamento ginecológico para os casos de OBSTRUÇÃO TUBÁRIA (DAS TROMPAS). O diagnóstico de obstrução das trompas é feito através do exame radiográfico chamado de HISTEROSSALPINGOGRAFIA.O método da HIDROTUBAÇÃO, consiste na aplicação por via vaginal, semelhante ao exame de histerossalpingografia, de medicamentos que irão atuar no útero e nas trompas. Não conseguimos sucesso em todas as pacientes com este método, pois a cura vai depender do tipo de obstrução existente nas trompas. Existem três tipos de obstrução e são divididas assim:Aderência fugaz – aderência que impede a gravidez, mas não lesou o epitélio interno das trompas, e se desfaz com a pressão do contraste utilizado no exame de histerossalpingografia. Isto explica os casos de gestações que acontecem nos meses logo após os exames de histerossalpingografias ditos “normais”.Aderência frouxa – aderência que não se desfaz com a ação mecânica da pressão exercida no exame de histerossalpingografia, mas pode ser revertida com o uso da enzima contida na hidrotubação. Nestes casos, o tecido inflamatório é frouxo permitindo a ação da enzima. Já pode haver dano do epitélio no interior das trompas com comprometimento dos cílios internos, que podem se regenerar, desde que utilizada a cortisona que retarda a reparação, dando chance a regeneração dos cílios.Aderência firme ou densa – aderência como sequela de processo inflamatório que gerou tecido de reparação denso, rico em fibrina e tecido conjuntivo denso, não sendo suscetível a ação da enzima ou da cortisona. Nestes casos indicamos a FERTILIZAÇÃO IN VITRO como única saída. Não existem relatos de alergias aos medicamentos usados na hidrotubação. A contra-indicação principal para a hidrotubação é o sangramento vaginal, mesmo que pequeno ou em “borra de café”, nos dois dias que antecedem a aplicação. É importante que as aplicações sejam feitas em sequência e semanais, de preferência entre dois períodos menstruais. È contra-indicado um intervalo inferior a sete dias pois as drogas utilizadas são de ação lenta e não podem se acumular no organismo.A Hidrotubação veio substituir um método doloroso e arriscado chamado PERSUFLAÇÃO TUBÁRIA, que consistia na insuflação das trompas com gás carbônico, injetando pressão através do útero, o que causava acidentes graves com ruptura das trompas e hemorragia interna!Com a descoberta das PENICILINAS nos anos 40, houve uma “chuva” de indicações para o uso da nova droga milagrosa, que salvou muitas vidas, mas injetada no útero pouco acrescentou no tratamento das obstruções tubárias.O método é antigo e caiu em desuso com a chegada da Fertilização “in vitro” (FIV), prometendo milagres que hoje sabemos serem inferiores a 20% de gestações viáveis. Neste período os planos de saúde pagavam valores irrisórios ao método de HIDROTUBAÇÅO, tornando impraticável seu uso em consultório, somado ao ínfimo número de Faculdades de Medicinas que ensinavam o método.Hoje com drogas mais modernas e potentes observamos o espaço importante no tratamento da infertilidade de causa tubária, com resultados mais animadores que a FIV.Agora com a publicação de trabalhos científicos que divulguem a hidrotubação, teremos mais médicos retornando ao uso do método. Dr. André Vaz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s